Tenista juvenil Rayssa Vitória encara  Brasileiro na Hípica, em Campinas

Tenista juvenil Rayssa Vitória encara Brasileiro na Hípica, em Campinas

  • 18 Abril, 2017
  • Administrador
  • 0 comentário(s)
(São José do Rio Preto-SP) - A tenista Rayssa Vitória, 11 anos, do Projeto Tênis do Monte Líbano, de São José do Rio Preto-SP, encara a etapa da seletiva do Circuito Nacional da modalidade, a partir desta quinta-feira (20), nas quadras de saibro da Sociedade Hípica, em Campinas. Ela estreia nas oitavas de final diante de Isadora Fares, também de Rio Preto, pela categoria 12 anos feminino, em horário a ser definido pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT). A final está prevista para domingo (23). A campeã garantirá vaga na chave principal do Brasileirão, que ainda não tem data e local confirmados pela CBT.

Na semana passada, Rayssa Vitória viveu uma experiência importante numa das etapas do Campeonato Paulista - supervisionado pela Federação. Com apenas 11 anos, ela estreou na categoria 14 anos e conquistou o título de vice-campeã. Na semifinal, ela passou pela rio-pretense Emily Barbosa, 14, por 8 a 6, de virada, e na decisão acabou sendo superada pela votuporanguense Bianca Venturini, por 6/0 e 6/4.

"Meu foco deste ano estão nas principais etapas do Brasileiro e estou trabalhando muito para jogar o Sul-Americano Infanto-Juvenil no final do ano em Santiago, no Chile", disse Rayssa, que alterna sua rotina entre os estudos e treinos diários.

Rayssa leva na bagagem dezenas de títulos paulistas e busca se firmar no cenário nacional. Atualmente, ela é a 91ª colocada no ranking brasileiro e mira o top 10.

Como funciona a Seletiva
O Circuito Nacional Infanto-juvenil de Tênis foi idealizado com o objetivo de promover os maiores torneios do calendário nacional e chega ao seu sétimo ano em 2017.

O evento passou a ser realizado em 2011 e já passou por todas as regiões do país, com etapas nos estados do Amazonas (Manaus), Distrito Federal (Brasília), Mato Grosso (Cuiabá), Minas Gerais (Uberlândia), Paraíba (Campina Grande), Paraná (Curitiba e Londrina), Piauí (Teresina), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Rio Grande do Norte (Natal), Santa Catarina (Itajaí) e São Paulo (Barueri e São José do Rio Preto).

Neste ano há a realização de seletivas regionais antes de cada etapa do Circuito Nacional Infanto-juvenil de Tênis. Nestas seletivas, os campeões das categorias 12, 14, 16 e 18 anos masculino e feminino de cada região do país (Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul) garantem vaga na chave da etapa respectiva.

No feminino, as chaves principais do Circuito Nacional Infanto-juvenil de Tênis são formadas por 14 tenistas, com a seguinte composição:

6 aceitações diretas pelo Ranking Nacional CBT

5 vagas para campeões das Seletivas Regionais

2 vagas para tenistas classificados no Qualifying da etapa

1 Wild Card da CBT

As chaves principais do Circuito Nacional Infanto-juvenil de Tênis contam com pontuação GA. As Seletivas Regionais e o Qualifying têm pontuação G1 no Ranking Nacional CBT.

As 14 tenistas das chaves principais femininas têm direito a gratuidade de alimentação e hospedagem nas categorias 12, 14 e 16 anos. A 18 anos não tem gratuidade, mas conta com premiação em dinheiro.

História
Nascida em Bebedouro, Rayssa viveu parte da infância na cidade de Cajobi (cerca de 10 mil habitantes) e São José do Rio Preto. Aos 6 anos iniciou as aulas de tênis na Academia Saviole, em Rio Preto, sob a supervisão do treinador Luizinho Saviole. Buscando um ritmo mais forte de preparação, Rayssa passou numa avaliação na iniciação do Projeto Tênis do Monte Líbano e foi aprovada em dezembro de 2014. Atualmente, ela integra o grupo de treinamento do projeto - que tem como treinadores Éder Barboza, Fernando Quintino e Wanderley Solidera -, além da coordenação de Guilherme Moreno e Mara Gomide. Em outubro de 2016, ela se mudou com a família para Mirassol.

"A mudança me aproximou ainda mais do Clube Monte Líbano e estou cada vez mais centrada em buscar objetivos maiores na minha vida. O esporte, principalmente o tênis é tudo para mim. Amo estudar e treinar", disse Rayssa, que é torcedor do Mirassol FC e fã do armador Xuxa, que deixou o Leão para defender a Ponte Preta.

A tenista Rayssa Vitória conta com os apoios do Instituto do Joelho RP, Master Hospitalar, Just Line, Shop Tênis e Academia Solo.


Crédito das imagens Rayssajogando, Rayssa1Uberlândia, Rayssa2Uberlândia, Rayssa3Uberlândia e RayssaCuritibaCBTênis: CBT/Divulgação


Demais imagens - crédito de Marcos Antonio de Freitas/Divulgação

Fonte: Vinicius de Paula/Agência Todo Sports

0 comentário(s)

Seu nome:
Seu comentário:
Todos os direitos Reservados a TS Rádio.
Sistema criado por Webservic